Channel Marketing

Desmistificando o reembolso das verbas de marketing 

Em nosso universo de TI, sejam fabricantes, distribuidores, integradores e revendas, a preocupação sobre o timing do reembolso para as verbas cooperadas. Pode parecer complexo, mas se você seguir as regras passa a ser um processo simples, porém é trabalhoso. Preocupe-se em ter no seu time uma pessoa dedicada a isso. 

Os fabricantes e distribuidores sempre oferecem um prazo bastante confortável considerando o pedido e aprovação da verba e a execução das atividades. 

O passo a passo é o seguinte: 

Planejamento: Com um planejamento detalhado você deverá informar: 

– Quais ações: Evento, marketing digital, SDR (Tele Vendas), PR ou Casos de Sucesso. 

– Qual o período: geralmente 1 ou 2 trimestres 

– Produtos: quais soluções do fabricante seu plano desenvolverá negócios? 

– Quanto vai custar: quanto você pedirá para executar todas as ações? 

Por fim e não menos importante: qual pipeline suas ações irão gerar? 

Cumpra as regras e expectativas do fabricante: A verba só será aprovada se seu plano estiver alinhado com os objetivos da marca. Eles possuem regras essas regras podem variar de acordo com cada fabricante, por isso fique atento principalmente se você trabalha com muito fabricantes que disponibilizam MDF.  

Execute o plano de olho nas regras:cada atividade que é aprovada tem regras de utilização. Eventos, por exemplo. Alguns fabricantes permitem bebidas alcoólicas e brindes, outros não. Por isso se o fabricante que aprovou o plano não autoriza álcool e você mandou uma foto como prova de execução em que o cliente estiver bebendo uma cerveja, você corre um sério risco de não ser reembolsado. 

Por outro lado, há fabricantes que não autorizam qualquer tipo de investimento em Ads, seja Google ou Linkedin. E se o seu plano de marketing digital estiver considerando esse tipo de investimento e você não deixou claro, também terá problemas. 

Solicite a aprovação formal: Após organizar as ações, submeta o plano para aprovação para que sejam verificadas as regras da empresa e da utilização da verba. Sem esse aceite, muitos revendedores e distribuidores não recebem reembolso dos fabricantes. 

Acompanhe os prazos: Existe um cronograma bem rígido com relação a datas e prazos para a execução das ações e para o uso da verba, além de prazos para a solicitação do reembolso. 

Apresente as evidências: Todas as ações executadas do seu plano têm que ser comprovadas, seja com relatórios de vendas, notas fiscais, listas de presença, fotos, ou print das métricas digitais. Observe detalhadamente a lista de evidências (provas de execução) que o fabricante solicita e tenha certeza de executar a ação levando em conta que terá tudo o que precisa para solicitar o reembolso após o término da ação. 

Faça relatórios e gráficos que comprovem o resultado efetivo da ação, ou seja o ROI (retorno sobre o investimento). 

Seguindo todos esses passos, não há risco de você não ser reembolsado. 

Parece complicado? 

A Vuno tem uma área que faz todo esse processo para você, vamos nos falar?